Notícias

Em 2020, produtores rurais tiveram acesso a mais de 80 serviços digitais

Serviços digitalizados permitem que produtores façam a gestão da vigilância de doenças em animais, gerenciem estudos epidemiológicos e acessem programas como o crédito rural. – Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

 
Modernização de serviços do Mapa deve gerar uma economia de cerca de R$ 43 milhões ao ano para os produtores
 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) digitalizou 81 serviços em 2020. A modernização, em parceria com a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia, beneficiou cerca de 500 mil pessoas e empresas.

De acordo com a Secretaria-Executiva do Mapa, os serviços proporcionaram uma economia ao ano estimada de cerca de R$ 43 milhões para o público e de R$ 117 milhões para o poder público.

“Com a pandemia, intensificamos a digitalização de serviços, em um ano e meio transformamos 81 serviços digitais, alguns migraram para o digital e outros nasceram digital. A meta para 2021 é ter mais 77 serviços transformados em digitais”, afirma Glauber Pereira, Coordenador do Escritório de Processos do Mapa.

Mais de 20 serviços migraram para o digital na área de Defesa Agropecuária. O e-Sisbravet, ferramenta eletrônica para modernização da gestão da vigilância das doenças dos animais, e o sistema de gerenciamento de estudos epidemiológicos.

O serviço de habilitação de médicos veterinários da iniciativa privada para atuação no Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal e o pedido de habilitação de laticínios e cooperativas de leite no Programa Mais Leite Saudável também foram digitalizados.

O Mapa disponibilizou um serviço para obtenção de crédito por meio do Terra Brasil – Programa Nacional de Crédito Fundiário, para facilitar e agilizar o acesso ao crédito rural para aquisição de terras e infraestruturas básicas e produtivas.

Também foram lançados aplicativos para facilitar o acesso a informações e serviços, além de outras novidades na área de tecnologia, como a plataforma ID Agro, que vai permitir o registro oficial de tratores e equipamentos agrícolas, sem custo para o produtor rural.

Com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

 

 

Leia também

Mais notícias

Serviços

Consultas Processuais
Consulta Jurídica
Clipping do DOU

Convênios

eGAC
Accor
Auditsafe
pki
Gemalto
CryptoID
Insania
Insania
GD Giesecke+Devrient
Serpro