AARB notícias

Sucesso de público do Workshop AARB reflete a importância das mudanças na ICP-Brasil

Cerca de 400 pessoas de diversas regiões do Brasil compareceram ao evento que esclareceu as novas regras que visam simplificar a emissão de certificados digitais no país

O que é um certificado digital? Se esta pergunta fosse feita nas ruas a maioria das pessoas não saberia a resposta. Este é o grande desafio do mercado de certificação digital e as Autoridades de Registro, em especial, tem um papel fundamental na popularização e na orientação do cidadão. Este foi o principal ponto ressaltado durante o Workshop Novas Regras da ICP-Brasil, realizado no último dia 10 em São Paulo.

Com a presença do corpo técnico do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, o público pôde participar e tirar dúvidas sobre as mais recentes alterações nas regras da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil regulamentadas pela Resolução nº 151, de 30 de maio de 2019.

Durante a abertura o diretor-presidente do ITI, Marcelo Buz, lembrou que a desburocratização e a adoção de ferramentas digitais é uma das principais metas do governo para simplificar a vida das empresas e da população. “Nós estamos desde o dia 28 de janeiro, data em que tomei posse, lutando e trabalhando para que a digitalização deste país seja feita com segurança jurídica, integridade e veracidade. Temos o ITI, que acompanha toda a Infraestrutura de Chaves Públicas, aqui representado por funcionários públicos de carreira, que conduzem a ICP-Brasil com muito afinco e dedicação e a nós compete garantir um padrão criptográfico de segurança para este país”, disse. Segundo Buz, já são cerca de 170 serviços públicos que usam o certificado digital. “Esta é a missão: colocar um certificado digital na mão de cada brasileiro economicamente ativo”.

Também palestraram e orientaram o público o diretor de Infraestrutura de Chaves Públicas, Eduardo Lacerda, o Procurador Federal Chefe, Alexandre Machado, a diretora de Auditoria, Fiscalização e Normalização, Ângela Maria de Oliveira e o coordenador-Geral de Normalização e Pesquisa, Wilson Hirata.

Lacerda ressaltou a importância da participação dos empresários e entidades junto ao Congresso Nacional nos projetos que visam a adoção do certificado digital. Um dos exemplos recentes é a iniciativa da deputada federal Angela Amin (PP-SC) na realização de um debate na Câmara dos Deputados sobre o uso da Certificação Digital no combate à corrupção e crime organizado. Além disso, a recente aprovação da MP da Liberdade Econômica também visa aumentar o uso de meios digitais. Outras medidas estão sendo adotadas pelo Ministério da Economia.

O diretor lembrou também do papel do Agente de Registro na orientação do cidadão que adquire o certificado digital. “Como nós queremos que a sociedade perceba que o certificado digital não é caro se não estamos vendendo da forma como deve ser vendida? Ele é o vendedor, o orientador e o fiscal de segurança, portanto precisamos profissionalizar o Agente de Registro para não somente entregar por entregar”.

O público tirou suas dúvidas sobre as novas regras

Validação e verificação

O fim da obrigatoriedade de identificação em duas etapas (validação e verificação) é uma das simplificações para agilizar os processos e reduzir custos para atingir a massificação. O coordenador Wilson Hirata explicou que com a apresentação de documentos de identidade digitais o processo de verificação somente é realizado em uma etapa. Já a exigência de duas etapas de identificação continua com os documentos apresentados em papel. “Incentivem os clientes a terem o documento digital”, orientou Hirata.

Com as mudanças as Autoridades Certificadoras devem adaptar os seus sistemas com as novas regras e isso vai demandar um esforço de treinamento para os Agentes de Registro, alertou o coordenador. “A sua responsabilidade é muito grande, então este Agente precisa ser uma pessoa que conheça de segurança da informação, que seja um especialista na operação da aplicação da AC, e se a Autoridade de Registro opera sobre várias hierarquias, que saiba operar cada uma delas”.

Outras simplificações foram abordadas no evento como o fim dos acordos operacionais; dossiê eletrônico; orientações na coleta biométrica; auditoria obrigatória da AR, de responsabilidade da AC; Declaração de Práticas de AR; fim do georreferenciamento e da obrigatoriedade de envio da informação fiscal; novos formulários para credenciamento de AR entre outros itens.

Segundo os técnicos do ITI as novas regras reduzirão o custo operacional na emissão de certificados, o tempo de atendimento e darão mais agilidade e flexibilização no atendimento, com a ampliação da mobilidade.

Agradecimento

O presidente-executivo da Associação das Autoridades de Registro do Brasil – AARB Edmar Araújo reforçou que as atualizações devem ser um foco permanente e que a Associação atuará para que, cada vez mais, os gestores das ARs estejam cientes e ciosos de suas missões e responsabilidades. “Esse evento serviu para demonstrar o empenho do governo, das associações e dos empresários em simplificar e dinamizar a economia, baixando custos e eliminando a burocracia. Agradecemos ao ITI pela disponibilidade em prestar este inestimável serviço de utilidade pública ao mercado privado da certificação digital, fazendo jus ao seu reconhecido trabalho na qualidade de AC-Raiz e entidade executora e fiscalizadora das políticas ICP-Brasil. Registro também o suporte dos patrocinadores e apoiadores do Workshop, indispensáveis para a concretização e o sucesso deste encontro”, completou.

O Workshop AARB teve o patrocínio da Link Certificação DigitalCertificaminas Autoridade CertificadoraSerasa ExperianSolutiValid Certificação DigitalOnline CertificadoraCertisign, e-GAC, Idemia e os apoios institucionais do ITIAssociação Nacional de Certificação Digital – ANCDPortal CryptoIDInsania Publicidade , Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital – Abrid e SPC Brasil

Assista ao evento completo em nosso canal no YouTube.

 Veja aqui nosso álbum de fotos do evento no Facebook.

Por Fernando Olivan

Leia também

Convênios

Gestão de autoridades de registro:

eGAC

CDLDF

Abertura de filiais com desconto para associados AARB:

GBrasil

Hospedagem:
Accor

Auditoria de ICP-Brasil:

Auditsafe
pki

Mídias criptográficas:

G+D Mobile Security

Idemia

Comunicação:
CryptoID

Publicidade:
Insania

A AARB APOIA:


CertForum 2019