AARB notícias

O e-CAC vai tirar a opção de acesso por meio de certificado digital?

Na última terça-feira, 30 de junho, o presidente-executivo da AARB Edmar Araujo publicou artigo no jornal “O Estado de S. Paulo”. “MP 983: o governo quer ser um super app” trouxe à baila uma importante reflexão sobre como o Governo Federal pretende relacionar-se com seus cidadãos. Entre os intuitos do Ministério da Economia está o que Araujo chama de super app, ou seja, todo e qualquer serviço poderá ser ofertado por meio do portal gov.br.

Um dia depois da publicação, a Receita Federal do Brasil divulgava em seus canais que o acesso direto ao Portal e-CAC por certificado digital ou em nuvem ficará disponível somente até 31/08/2020. Foi o bastante para que começassem um sem número de comentários entre os empresários do setor de certificação digital e também entre os que já são habituados a acessarem suas informações fiscais por meio da certificação ICP-Brasil.

De modo geral, a seguinte pergunta sintetiza a situação:

O e-CAC vai tirar a opção de acesso por meio de certificado digital?

A AARB foi conferir de perto essa história para poder explicar aos seus associados, bem como a todo o mercado e demais públicos interessados no tema o que de fato isso significa.

O acesso ao e-CAC ocorria de duas maneiras: por meio do Código de Acesso e por meio de Certificado Digital ICP-Brasil. Ao utilizar o Código de acesso, era requerida a sua geração a partir de dados informados pelo contribuinte, incluindo seu CPF e os números de recibos de declarações de exercícios anteriores. Assim, o usuário poderia acessar o e-CAC e utilizar vários serviços disponíveis como o Extrato da DIRPF e a Pesquisa de Situação Fiscal, por exemplo.

Caso o cidadão decidisse por acessar com Certificado Digital, bastava clicar na opção “Certificado Digital” e determinar se o faria por meio tradicional ou pela certificação em nuvem.

E o que mudou?

Segundo a Receita Federal do Brasil, além do Código de Acesso e das opções Certificado Digital e Certificado em Nuvem, será possível entrar no Portal e-CAC através do Acesso Gov.Br. Além disso, só haverá dois modos de autenticação: via Código de Acesso ou via Acesso Gov.br

Então o acesso com certificado digital ICP-Brasil vai deixar de existir?

Não, não vai. Ao acessar o gov.br, o usuário terá as opções de login (CPF+Senha) e de Certificado Digital ICP-Brasil.

Mas a Receita não disse que o acesso com certificado digital será somente até 31 de agosto?

Na verdade, o que está escrito na nota da Receita é o seguinte: o acesso direto ao Portal e-CAC por certificado digital ou em nuvem ficará disponível somente até 31/08/2020. Depois disso, ou é por código de acesso no próprio e-CAC, ou é por meio do Gov.br.

Detalhe: a lista de serviços do e-CAC é disponibilizada conforme o tipo de login utilizado e o tipo de selo de confiabilidade. Somente o Certificado Digital ICP-Brasil garante acesso a todos os serviços disponíveis para PF ou PJ.

Leia também

Mais notícias

Serviços

Consultas Processuais
Consulta Jurídica
Clipping do DOU

Convênios

eGAC
Accor
Auditsafe
pki
Gemalto
CryptoID
Insania
Insania
GD Giesecke+Devrient
Serpro