Notícias

Venda on-line de terrenos chegou a 59% em 2020

Para manter editais abertos, Terracap passou a fazer os procedimentos licitatórios totalmente por meio on-line

Devido ao cenário de pandemia do novo coronavírus, a Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap) precisou se reinventar para manter as vendas e continuar o atendimento ao público. Os procedimentos licitatórios passaram a ser feitos totalmente por meio on-line, o que agradou o setor produtivo e os interessados em participar dos editais da agência, sejam pessoas físicas ou jurídicas.

Antes da disseminação da Covid-19 por todo o mundo, a porcentagem de envio das propostas pela internet era de 14%. De janeiro a junho, a média está em 59%. Na primeira licitação pós pandemia, de abril do ano passado, metade das propostas foram recebidas presencialmente e metade pelo site da Terracap. O pico de vendas on-line alcançou 67% no Edital 12, realizado em novembro.

“No início do ano, o mundo todo se deparou com a pandemia e, junto a ela, com inúmeros desafios para todo o setor produtivo. Para a Terracap não foi diferente, mas a agência implementou uma série de inovações tecnológicas na forma de comercializar seus terrenos para trazer mais conforto aos clientes e manter o cronograma de atividades”, afirma o presidente da companhia, Izídio Santos.

Quem quiser enviar a proposta pela internet, deve fazer login do site da Terracap e baixar o edital. O comprador escolhe o imóvel que tem interesse, preenche a proposta diretamente pelo site, paga o boleto relativo à caução e participa da licitação sem necessidade de ir à Terracap. As concorrências são transmitidas, ao vivo, pelo canal da Terracap no YouTube, com intérprete de libras, para que o licitante possa acompanhar o certame de qualquer lugar.

Drive-thru

Os clientes que preferem entregar pessoalmente a proposta de compra e o comprovante da caução, no entanto, passaram a contar com o drive-thru, que funciona em uma estrutura montada no estacionamento do edifício-sede da Terracap, onde é possível entregar a proposta sem sair do carro. Cada edital especifica um dia de funcionamento do drive-thru que recebe os documentos entre 9h e 10h.

“Antes da pandemia, havia uma urna do auditório da Terracap, onde os compradores depositavam as propostas, se sentavam e acompanhavam a abertura dos envelopes. Agora as propostas são recebidas pela internet ou entregues no drive-thru”, explica o diretor de Comercialização, Júlio César Reis. “O drive-thru vai continuar enquanto durar a pandemia e depois vamos continuar a adotar o modelo híbrido, onde a participação pode ser feita presencialmente e on-line. As vendas pela internet trouxeram ganhos para a Terracap e para a sociedade, empresas de outros estados puderam participar das licitações”, completa.

Ao longo de 2020, a Terracap abriu 15 editais de licitação. Segundo Izidio Santos, o setor Noroeste, Águas Claras, Guará e Samambaia representam a maior demanda pelos terrenos da Agência. “Chegamos ao fim de mais um ano com resultados expressivos. Noroeste e Águas Claras possuem um perfil de investimento destinado à habitação coletiva e ao comércio. Samambaia, por sua vez, possui uma maior demanda de clientes por lotes comerciais. E, por fim, o Guará, especialmente as QEs, possui um perfil de investidor destinado à residência unifamiliar com lotes com valor abaixo de R$ 200 mil”, afirma o presidente da Terracap. “Muitas vezes, um único lote no Guará chegou a receber mais de 20 propostas na licitação”, conta.

Fonte: Correio Braziliense

Foto – crédito: Lula Lopes/Esp. CB/D.A Press

 

 

 

Leia também

Convênios

eGAC
CDL
GBrasil
Accor
Auditsafe
pki
G+D Mobile Security
Idemia
Gemalto
CryptoID
Insania