Notícias

Segunda CertLive, debate virtual preparatório para o CertForum 2021 já está disponível no canal do ITI no Youtube

O evento virtual de certificação digital realizado pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI, e organizado pela Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (Abrid), debateu na noite de ontem, 03 de setembro, o tema “Identidade Segura, objetivo de todos”.

O anfitrião, diretor-presidente do ITI Carlos Fortner, pontuou a relevância do debate: “São anos de descaso com a identidade do cidadão. Chegou o momento de diminuir o peso do Estado no bolso do contribuinte e simplificar as relações entre o cidadão e o Estado”.

O moderador Célio Ribeiro, Presidente-executivo da Abrid, apontou a necessidade de “fazer com que as unidades da Federação tenham condições tecnológicas e econômicas de efetuarem a sua modernização”.

Na abertura, o Secretário Especial de Modernização do Estado Jose Ricardo Veiga, apontou a importância sem precedente em identificar o cidadão de maneira correta. “Com uma identidade unívoca e individualizando o cidadão nas relações privadas e com o Estado, o país dará um enorme salto na redução de custos, agilidade de processos, eficiência das transações cotidianas”.

Painel Virtual: primeiro RG brasileiro foi emitido em 1907   

O Presidente da Federação Nacional dos Peritos Oficiais em Identificação (FENAPPI) Antonio Maciel Aguiar Filho considerou o avanço dos estados na modernização da identificação do cidadão e sugeriu “dois pontos importantes: a identidade digital e o CPF como RG único para dar uma guinada na identificação civil no país”.

Narumi Pereira Lima, perita criminal federal, fez um breve histórico sobre a legislação e os aspectos técnicos da identificação do brasileiro. Para a perita, “o decreto vigente não padronizou o documento de identificação, trouxe outras versões. Isso dificulta a vida da polícia, e facilita a dos falsários”.

Lima destacou que o documento de identidade do Brasil está parado no tempo, uma vez que segue tecnologias da década de 80.

Um documento tão importante quanto as notas de real 

O  Secretário de Governo Digital Luis Felipe Monteiro, apontou que “um elemento fundamental nessa discussão é uma gestão de risco, pois é necessário ampliar uma identidade digital segura para a grande quantidade de habitantes”.

Dialogando com a ideia, Washington Leonardo Guanaes Bonini, Secretário Executivo Adjunto do Ministério da Justiça e Segurança Pública, enxerga o momento “como um marco interessante na evolução do tratamento de identificação civil”. Segundo Bonini, o país precisa “ter um documento tão importante quanto as notas de real para ser a representação da nossa nacionalidade”.

No estúdio de transmissão Nizar Ratib Midrei, Secretário de Modernização Institucional e Regional da Presidência da República (SEME-SG/PR), completou: “Nosso grande desafio é uma identidade unívoca, simples, universal”.

Em preparação para o CertForum 2021, a segunda CertLive seguiu as recomendações de distanciamento social da OMS para promover o maior evento de certificação digital do país, de forma totalmente virtual.

O CertForum 2021 é um evento realizado pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI e organizado pela Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital – Abrid. A edição conta com patrocínio das empresas Certisign, DINAMO Networks, Fenacom|CD – Certificadora Digital, Kryptus, Link Certificação Digital, Online Certificadora, Regula Forensics, Safeweb Autoridade Certificadora, Serasa Experian, Soluti e Valid. E com o apoio institucional da Associação das Autoridades de Registro do Brasil – AARB,  Associação Nacional de Autoridades de Certificação Digital – ANCert, Associação Nacional de Certificação Digital – ANCD, Associação Brasileira de Tecnologia e Identificação Digital – ATID e do portal Crypto ID.

Fonte: ITI

Leia também

Convênios

eGAC
CDL
GBrasil
Accor
Auditsafe
pki
G+D Mobile Security
Idemia
Gemalto
CryptoID
Insania