Notícias

Governo transformou em digitais 599 serviços em 2020

Boletim da Administração Pública Federal reúne informações sobre força de trabalho, orçamento e soluções de modernização dos órgãos públicos


A digitalização de serviços públicos foi uma das principais respostas do governo brasileiro aos desafios impostos pela pandemia de Covid-19. Somente em 2020, o governo transformou em digitais 599 serviços prestados à sociedade. Além de converter do presencial para o digital serviços públicos já existentes, como o Seguro Desemprego do Empregado Doméstico e a prova de vida dos aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que passou a ser realizada por reconhecimento facial, foram lançados outros exclusivamente na forma on-line, como o Auxílio Emergencial e o PIX. 

Os dados foram compilados na segunda edição do Boletim da Administração Direta, Autárquica e Fundacional, publicada pelo Ministério da Economia nesta sexta-feira (19/3), o qual mostra que a economia potencial gerada com os serviços digitalizados em 2020 é de R$ 949 milhões por ano para a sociedade e R$ 372 milhões por ano para o governo. Ao final de 2020, dos mais de 4 mil serviços prestados pelo governo federal, 66% já estavam digitalizados.

Os números apresentados pelo documento demonstram ainda o impacto da pandemia no custeio administrativo, já que parte dos servidores passou a trabalhar remotamente. Se comparados aos gastos realizados em 2019, destaca-se a queda de 57,18% em passagens e despesas de locomoção, 51,47% em serviços de comunicação em geral e 46,89% em diárias. O Boletim publica informações detalhadas sobre órgãos e entidades federais, apresentadas de forma detalhada na plataforma do Raio-X da Administração Pública Federal.

Em relação à força de trabalho, atualmente existem 548.615 servidores ativos, sendo 54,08% homens e 45,92% mulheres. Têm idade superior a 40 anos 47,32% do total. Até 2024, a estimativa é de que 73.974 servidores alcancem as condições para aposentadoria. O boletim traz um conjunto de indicadores estratégicos, gerando uma visão panorâmica por órgão da Administração Pública. A separação por instituição permite ao usuário visualizar dados em seis dimensões estratégicas da gestão pública: orçamento primário, custeio administrativo, pessoal e força de trabalho, soluções de modernização, cargos e funções de liderança e transformação digital.

Fonte: Ministério da Economia

Imagem de Daniel Agrelo por Pixabay

 

Leia também

Mais notícias

Serviços

Consultas Processuais
Consulta Jurídica
Clipping do DOU

Convênios

eGAC
pki
Gemalto
CryptoID
Insania
Insania
GD Giesecke+Devrient
Serpro
YIA
Class One