Notícias

Clonagem de WhatsApp afeta mais de 15 mil brasileiros ao dia

Convergência Digital

Os golpes de clonagem no WhatsApp fizeram mais de 473 mil brasileiros tenham sido vítimas somente no último mês, uma média de mais de 15 mil vítimas do golpe por dia. Na comparação com o mês anterior, o número de vítimas foi 25% maior. Os dados são de levantamento feito laboratório de segurança digital (dfndr lab) da PSafe.

Segundo o estudo, São Paulo é o epicentro dos ataques, com 107 mil afetados, seguido pelo Rio de Janeiro, com 60 mil, e Minas Gerais com 43 mil. ”A clonagem de WhatsApp é um golpe que começa com a engenharia social, um método de ataque em que uma pessoa mal-intencionada faz uso da manipulação psicológica para induzir alguém a realizar ações específicas, como compartilhar informações pessoais, baixar aplicativos falsos ou abrir links maliciosos”, explica Emilio Simoni, diretor do dfndr lab.

“No caso da clonagem, o cibercriminoso pede especificamente os dados pessoais, número de celular e o código de confirmação que dá acesso ao WhatsApp da vítima”, adiciona o executivo do dfndr lab. De posse do número de celular e do código de confirmação, o cibercriminoso pode acessar o WhatsApp da vítima.

“Ao acessar o app de mensagens, o golpista inicia conversas com os contatos da vítima e, de posse dos dados pessoais do dono da conta, utiliza mais uma vez da Engenharia Social para convencer essas pessoas a prestar favores, visando ganho financeiro”, completa Simoni.

Leia também

Convênios

eGAC
CDL
GBrasil
Accor
Auditsafe
pki
G+D Mobile Security
Idemia
Gemalto
CryptoID
Insania